ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 14 DE ABRIL DE 2020.

 

 

Aos quatorze dias do mês de abril de dois mil e vinte, às dezenove horas reuniram-se na câmara municipal de vereadores de Protásio Alves, em Sessão Ordinária, os seguintes vereadores: Antônio José Cassol, Cleiva Lorenzzetti Lorenset, Itamar Antônio Girardi, Ivo João Rodrigues Leite, Jocimar Furlan, Judite Cecchin, Marildo Stella, Nair Salete Cappellaro Bolzan, Roberto Prigol. Feita a leitura da ata anterior aprovada por unanimidade, passou-se a ordem do dia: Projeto de Lei N° 007/2020 - Reconhece a calamidade pública municipal, convalida as medidas disciplinadas no decreto municipal n° 671/2020, de 03 de abril de 2020, dá outras providências. Aprovado por unanimidade.

 Projeto de Lei N° 008/2020 - Regulamenta, no âmbito do município, a lei federal n° 12.846, de 1° de agosto de 2013, que dispõe sobre a responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública. Baixado pela comissão Justiça e Redação. Explicações Pessoais: Vereadora Cleiva, Vereadora Nair, Vereador Roberto, Vereador Antônio: Senhor presidente, colegas vereadores, a Assessora jurídica Gabriela, seja bem vinda, tem uma tarefa insubstituível, excelente advogado, um excelente assessor jurídico, doutor Alcione, mas tenho certeza que você consegue fazer os trabalhos dentro da lei como é exigido, secretária Diana, as pessoas que nos assistem, muito obrigado, tivemos dois projetos, um aprovado, e o pedido de visto vereadora, se tu, não precisava ter deixado ler todas essas folhas ali, tu podia pedir visto quando foi lido a mensagem, não precisava a secretária sofrer bastante assim, mas em fim, é um direito teu, é um direito da comissão de estudar o projeto, mas eu tenho certeza absoluta que vocês vão dar o parecer favorável, porque vocês vão ter que buscar informações pra dar o parecer, estou muito preocupado, estou muito triste, com esse corona vírus, parou o mundo, parou o Brasil, parou o estado, parou o município, tudo, é um deserto, é uma tristeza, em ver a madeira que estava andando e a maneira que hoje esta, lamento mesmo, e me preocupo, porque além de uma forte estiagem que a gente ainda não acabou de sentir na pele na agricultura, e que o município é baseado na agricultura, não vai demorar muito que o município não vai ter receitas, e não vai demorar muito que nos vereadores, nos funcionários públicos vamos se tornar igual o estado, atrasar trinta, sessenta dias, parcela o salário, to vendo a borrachas Vipal demitindo quarenta funcionários ontem e hoje mais cem, vocês podem dizer, porque você se preocupa?, me preocupo, essas pessoas vão arrumar serviços aonde, empresas reduzindo salários, reduzindo horas, e mandando em bora funcionários, nos estamos morando no interior, ainda nos somos os últimos que vamos sentir na pele, na carne, mas vamos sentir, tive muitos funcionários públicos que me procuraram, acharam pouco o porcentual de reajuste que tiveram, eu reconheço, e sei que ninguém ta contente com o salario que ganha, eu também, se eu

 

 

 

 

 

ganho dois mil gostaria de ganhar dois e quinhentos, se o presidente ganha três, gostaria de ganhar quatro, mas temos que sentar, olhar pra agradecer a Deus, pra gente ter o que ter pra fazer, aqui ninguém é pobre, eu estufo o peito pra dizer que aqui é rico, é um povo trabalhador, mas, não quero que vocês funcionários públicos se ofendam comigo, não quero que se ofenda, e vocês não tem motivo pra se ofender comigo, mas pessoas aqui de dentro me procuraram, e desabafaram e eu ouvi, dai André da Rocha, um município vizinho deu oito, ove por cento, mas não tem vale alimentação, e o prefeito vai a reeleição, isso ai foi aumento politico, um reajuste politico, mas assim ho, eu vou dizer pra vocês, podem falarem, mas falem particular ta, eu não to falando mal de ninguém, vocês são trabalhadores, e sabem cumprir com o dever de vocês, então eu não quero, eu não falei de nem um funcionário é, oque eu to falando agora, mas vocês analisam e pensam bem como esta difícil pra todo mundo, e vamos rezar a Deus, juntar as mão  que a gente mora em Protásio Alves, era isso e meu muito obrigado. Vereador Marildo, Vereador Ivo. Vereador Jocimar:  Boa noite a todos, caros colegas, Assessora jurídica seja bem inda nesta casa, o pessoal que nos assistem, o presidente do sindicato dos funcionários, que bom que hoje tem publico nesta casa, e quem sabe mude o conceito do vereador, olha esse projeto longo, como é difícil ser vereador e entender de leis, e dizer que o vereador não faz nada, não é fácil, nem, podem perguntar pra assessora jurídica ali, esse ultimo projeto que foi lido, uma hora, bem que você fez ler senhor presidente pra mostrar pra população que vereador não é, não ta aqui pra brincar e sim pra legisla esse município, pro município ir pra frente, eu só quero além da crise mundial, da doença que nos estamos enfrentando, eu tenho que fazer uma critica em especial ao nosso governador do estado do Rio Grande do Sul, porque pro governador?, porque o nosso município noventa e cinco por cento é agrícola, e o nosso governar pela agricultura e pelo municípios do estado ele não fez nada, em relação a seca, nosso município não teve nem um beneficio, todos nos aqui temos carros, não prolongou IPVA, enfim, governador fraco, fraco, o Sartori não prestava, mas esse presta menos ainda, então, pra falar bonito é fácil, muitos falam bonito, esse governador fala bonito, mas agora atitudes, nada, e vamos trabalhar minha gente porque a situação vai piorar o nosso estado não esta bem, já vinha no outro governo parcelando o salario, vai continuar agora, e nos temos que ter força de vontade pra trabalhar e pra se manter, era isso e meu muito obrigado. Vereadora Judite. Espaço de Líderes: PTB, DEM, MDB, PP. Não havendo mais pronunciamento declaro encerrada essa sessão, próxima sessão ordinária dia vinte e oito de abril. Boa Noite a todos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ver. Judite Cecchin

Ver. Antônio José Cassol

Ver. Jocimar Furlan

Ver. Roberto Prigol

Ver. Ivo João Rodrigues Leite

Ver. Itamar Antônio Girardi

Ver. Nair Salete Cappellaro Bolzan

Ver. Marildo Stella

Ver. Cleiva Lorenzzetti Lorenset