ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 26 DE SETEMBRO DE 2017.

 

Aos vinte e seis de setembro de dois mil e dezessete, ás dezenoves horas reuniram-se na Câmara Municipal de Protásio Alves, em Sessão Ordinária, os seguintes vereadores: Antônio José Cassol, Cleiva Lorenzzetti Lorenset, Itamar Antônio Girardi, Ivo João Rodrigues Leite, Jocimar Furlan, Judite Cecchin, Marildo Stella, Nair Salete Cappelaro Bolzan, Roberto Prigol. Feita a leitura da ata anterior aprovada por unanimidade, passou-se a ordem do dia: Projeto de Lei N° 046/2017 – Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício financeiro de 2018 e dá outras providências, baixado para estudo pela comissão orçamentos, finanças e contas. Projeto de Lei e Parecer N° 047/2017- Altera dispositivos da Lei Municipal n° 855/2008, de 17 de novembro de 2008, que institui o código de obras do Município, da Lei Municipal n° 354/1996, de 14 de agosto de 1996, que dispõe sobre o parcelamento do solo urbano para fins urbanos e da Lei Municipal n° 854/2008, de 17 de novembro de 2008, que dispõe sobre o plano diretor do município de Protásio Alves, e dá outras providências, aprovado por unanimidade. Projeto de Lei N° 048/2017- Autoriza o poder executivo municipal a efetuar repasse a Atuaserra-Associação de turismo da serra Nordeste; dá outras providências, aprovado por unanimidade.

Projeto de Lei N°049/2017- Autoriza o poder executivo municipal a efetuar despesas com a realização do XVIII campeonato municipal de futsal; dá outras providências, aprovado por unanimidade. Projeto de Lei N° 050/2017 – Autoriza o poder executivo municipal a abrir crédito especial no orçamento do município, aprovado por unanimidade. Projeto de Lei N° 051/2017 – Autoriza o município de Protásio Alves, a contratar servidor por tempo determinado para atender a necessidade de excepcional interesse público para o cargo de agente comunitário de saúde, aprovado por unanimidade. Projeto de Lei N° 052/2017- Dá nova redação ao capítulo III do título II do código tributário do município, estabelecido pela lei municipal N° 366/1996, e dá outras providências, aprovado por unanimidade. Explicações Pessoais: Vereadora Cleiva, Vereador Itamar, Vereador Ivo: Senhor presidente, nobres colegas, Doutro Alcione, secretária, e o povo que nos assistem, principalmente o povo da Linha Nona Turvo, a capela que mais da prestigio pra câmara de vereadores, muito obrigado, queria começando agradecendo o Prefeito pelo incentivo que ele vem dando pro esporte do município, é uma coisa muito bonita, é uns evento que tem como o povo se reunir, se encontrar, ter um dialogo, é muito bonito essas coisas ali, temos o campeonato de bocha em andamento, veio hoje dai o projeto do campeonato de futebol, e isso ai é uma coisa muito boa de reunir o povo, e da os parabéns também pelo prefeito da conquista da chegada de mais uma maquina nova, da gosto do cara ser vereador e vim aqui e aprovar as coisa, que tu vê que as coisas tá andando, fica bom pra nós vereador, tu vê a população contente, faceira, com entusiasmo, que vê o município de ir pra frente, assim que é bom, só que, no

 

 

 

meio de tanto elogio tu vê também, principalmente pra mim que sou o líder de governo na câmara, dai tu vê reclamação sobre daquele projeto, que nós também, nós deveria ter pedido visto daquele projeto e não ter aprovado, que foi o aumento da água, dai tu vê muita reclamação no interior, na cidade, na rua, que os vereador não devia ter aprovado, só que dai eu tive falando com o prefeito, com o chefe de gabinete, com o próprio Fernando, dai tem gente que exagera na água, dai culpa de um ou dois o povo todo tá sofrendo, que não é, o que que o povo ta reclamando, não é os quarenta por cento de aumento, os doze metro que era a metragem pra gastar,  o que que o povo que que o prefeito faz, que volte a traz e volte os doze metros, além de da quarenta por cento de aumento cortou quatro metro, foi pra oito, eu queria fazer um pedido aqui particular, com carinho pro prefeito que dá uma olhada de novo nessas coisas ali que, tu vê tanto elogio e no meio dessas coisas toda tu já vê uma critica, e tu sabe hoje em dia do jeito que tá a crise mundial, quando toca no bolso principalmente do colono, do assalariado, daquele cara que paga aluguel, paga água, paga luz, dói, na verdade dói, daí o que que o povo reclama mais, é que nem eu falei, não é os quarenta por cento nos doze metro, o problema é os quarenta por cento nos oito, claro que debatemos aqui , que veio aquele projeto que é vinte e cinco por cento de aumento, então já que o povo tem um carinho grande pro nosso prefeito, que olhe de novo esse projeto ali, tenho certeza que se volta os doze metros nos vamos aprovar, vamos dar uma verificada, sobre aquele projeto que eu faço parte da comissão que foi aprovado hoje nos quinze metros, veio bastante gente reclama comigo, que dez metro chegaria, que nem eu falei primeiro nós temos aqui na verdade comprindo lei, não é que nós colocamos os quinze metros, isso é lei federal, lei estadual, e na verdade quinze metro não é muito, que nem falou o colega Itamar, claro que eu queria, na verdade eu queria dividir as rodovias aonde futuramente tem como passar BR, e os quinze metros, quem lá na minha capela que não tem como passar uma rodovia, dai seria dez, mas a lei no permite, né doutor, é tudo quinze metro, é isso ai muito obrigado. Presidente Antônio: Vereador Jocimar: Senhor presidente, nobres colegas, pessoas que nos assistem, secretaria, Doutor Alcione, sobre as palavras do vereador e colega Ivo, sobre a água, eu acho que tu tem razão Ivo, vez de abaixar pra oito, continuar os doze metros, o aumento tudo bem, isso faz parte, tudo aumentou, e a prefeitura também ta na obrigação de aumentar, como hoje a gasolina aumenta quase todo o dia, os tributos também, o município também tem que acompanhar, governo federal e não estadual, que também falar sobre sábado, o primeiro encontro da valorização a vida, pra mim até hoje foi um dos melhores encontros que eu participei assim na minha vida, pela organização, pelo depoimento

 

 

 

daquelas mulheres doentes, teve uma mulher que passou por, três vez perdeu o cabelo, ta lá com entusiasmo, tá contente, um monte de gente no salão, aquele desfile de modas foi fantástico, então quero parabenizar a todos, todos não deixar fora ninguém, a prefeitura, os vereadores, todos mundo, aquele pessoal de Nova Prata, do câncer de mama, enfim todos, porque, eu vejo por mim também que o cara só pensa em trabalhar, e que a vida é muito importante, e o cara não valoriza, e o município foi, foi inteligente a promover o primeiro encontro a valorização da saúde, espero que teja sempre, e seja um sucesso que nem foi esse aqui, e também quero dar os pêsames a família Silva, a família Pegoraro, e a família Cheratto, era isso e meu muito obrigado. Presidente Antônio: Vereadora Judite, Vereador Marildo, Vereadora Nair, Vereador Roberto. Espaços de Líderes: PTB, DEM, PMDB, PP, Presidente Antônio: só pra deixar registrado aqui um convite do clube de mãe Joaninas, comunidade São João, elas vão promover próximo sábado um jantar dançante, e pedir que registrasse aqui, que fizesse o convite para todos os vereadores e as pessoas que nos assistem, para que compareçam no próximo sábado. Não havendo mais pronunciamento declaro encerrada a sessão, agradecendo a presença de todos, e a próxima sessão é dia dez de outubro, muito obrigado.

Ver. Judite Cecchin

Ver. Antônio José Cassol

Ver. Jocimar Furlan

Ver. Roberto Prigol

Ver. Ivo João Rodrigues Leite

Ver. Itamar Antônio Girardi

Ver. Nair Salete Cappellaro Bolzan

Ver. Marildo Stella

Ver. Cleiva Lorenzzetti Lorenset