ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 14 DE MARÇO DE 2017.

Ao quatorze dias do mês de março de dois mil e dezessete, ás dezenoves horas reuniram-se na Câmara Municipal de Vereadores de Protásio Alves, em Sessão Ordinária, os seguintes vereadores: Antônio José Cassol, Cleiva Lorenzzetti Lorenset, Itamar Antônio Girardi, Ivo João Rodrigues Leite, Jocimar Furlan, Judite Cecchin, Marildo Stella, Nair Salete Cappelaro Bolzan, Roberto Prigol. Feita a leitura da ata anterior aprovada por unanimidade, passou-se a ordem do dia: Projeto de Lei N° 008/2017 – Autoriza efetuar despesas com a realização de eventos alusivos ao 29° aniversário do município; dá outras providências, aprovado por unanimidade; Projeto de Lei N°009/2017 – Altera lei municipal N° 983/2011 de 31 de março de 2011; dá outras providências, aprovado por unanimidade;

Projeto de Lei N° 010/2017 – Autoriza firmar convênio com o município de Nova Prata, para fins de repasse de incentivo de qualificação ao SUS, em favor do Hospital São João Batista, e dá outras providências, aprovado por unanimidade; Projeto de Lei N° 011/2017 – Altera carga horária e coeficiente de remuneração da categoria funcional de Técnica em Enfermagem, constantes do art. 4° do anexo I da lei municipal N° 716/2005, de 29 de agosto de 2005, e dá outras providências, baixado para Comissão de Justiça e Redação, Finanças Orçamentos e Contas. Comissões dois mil e dezessete e dois mil e dezoito. Peço pra secretária fazer a leitura: Vereadora Judite: comissões dois mil e dezessete e dois mil e dezoito JUSTIÇA E REDAÇÃOPresidente: Jocimar FurlanSecretário: Marildo Stella Relator:  Nair Salate Cappellaro BolzanFINANÇAS ORÇAMENTOS E CONTASPresidente: Jocimar FurlanSecretário: Itamar Antonio GiraradiRelator:  Roberto PrigolURBANISMO SERVIÇOS E OBRAS PÚBLICASPresidente: Itamar GirardiSecretário: Cleiva Lorenzzetti LorensetRelator: Ivo João Rodrigues LeiteEDUCAÇÃO, SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIALPresidente: Ivo João Rodrigues Leite Secretário:  Roberto PrigolRelator: Marildo StellaPOLÍCIAPresidente: Antônio José CassolSecretário: Judite CecchinRelator:  Jocimar FurlanPresidente Antônio: as comissões estão apreciação e a palavra está com os senhores vereadores, as comissões formadas estão em votação, os favoráveis permaneçam sentados e os contras que se levantem, aprovado por unanimidade. Proposição número zero um barra dois mil e dezessete, peço pra secretária fazer a leitura. Vereadora Judite: Senhor Presidente, Colegas vereadores. O vereador Itamar Antônio Girardi, com assento nesta Casa Legislativa, vem através desta pedir autorização e a aprovação do Excelso Plenário, e propõe ao Legislativo Municipal, a seguinte:Proposiçãoque seja instalado em nossa cidade um centro municipal de fisioterapia.Justificativa: A presente proposição, endereçada ao Poder Legislativo Municipal, para que seja aprovada pelo Excelso Plenário, no sentido de criar

 

 

 

um centro de fisioterapia municipal.  Os dados a seguir sustentam o presente. De fevereiro de 2014, até fevereiro de 2015, foram realizados atendimentos com convênios e  com o Município; O total de pessoas atendidas atinge 198, sendo 64% do sexo feminino e 36 do sexo masculino; Do total de atendimentos, 66,6% estão relacionados a traumatologia (tendinites, bursites, dores na coluna, pós operatório em traumato-ortopedia...). Foram realizados também atendimentos na área de neurologia (AVC, síndromes, etc....), respiratória, incontinência urinária e três casos de complicações em oncologia. Neste período, foram solicitados 06 (zero seis) atendimentos à domicilio. Todos idosos, com dificuldade de marcha/locomoção; Observa-se que estas lesões, se dão em período de fase laboral, podendo ser feita uma  maior conscientização da necessidade de reforço muscular, melhor mobilidade (alongamento), melhora da conscientização dos cuidados em saúde; A oferta de um local que valorize  a saúde, e trabalhe com promoção e prevenção da saúde e especialmente a reabilitação, demonstra a preocupação e cuidado que o Município tem com seu contribuinte e trabalhador, evitando lesões e oferendo qualidade de vida, revertendo em valorização dos Munícipes. Desta forma, colegas, estaremos evitando despesas futuras com tratamentos médicos e medicamentos, além de considerável investimento em qualidade de vida. Sala de Sessões da Câmara Municipal de Vereadores de Protásio Alves, em 14 de março de 2017.Itamar Antônio Girardi, vereador.Presidente Antônio: a proposição está em apreciação, a palavra está com os senhores vereadores. Vereador Itamar: senhor presidente, nobres colegas, gostaria de uma atenção especial pra vocês, porque na verdade tem a necessidade desse centro de fisioterapia, as busca serão do que bem beneficia a população é muito baixo, então já que na sessão passada foi iniciativa do presidente cortar a associação com a UVERGS, aonde vai reduzir em torno de dez a vinte mil reais por ano, podia investir esse dinheiro no centro, então demanda tem, necessidade acho que também teria, pra que melhor nos podemos atender nossa população.Presidente Antônio: a palavra está com o senhores vereadores, a proposição está em votação os favoráveis permaneçam sentados e os contras que se levantem, aprovada por unanimidade.Explicações Pessoais: vereadora Nair, vereadora quer pronunciamento. Vereadora Nair: Boa Noite ao presidente da Câmara Antônio, todos os companheiros vereadores, doutor Alcione, secretárias, eu gostaria de agradecer muito o Senhor Prefeito, que foi pedido o posso artesiano lá em Campo Alto, nós estava com muita dificuldade com a água, ele nos já atendeu o posso já tá aberto, a água foi encontrada, não é no momento de hoje pra amanha que a gente com segue, né? Mas esperamos que de uma qualidade boa de água, estávamos esperando a analise e tudo, e que lá estamos com grande problema de água, normalmente tem uma parte que pega o moro aqui pra baixo que chega sexta feira de noite nós estamos sem água, e só volta no domingo de tarde, por culpa do camping aqui

 

 

 

em baixo, e esperamos que volta a funcionar meio logo esse posso pra que todo mundo volte a ter água, muito obrigado. Presidente Antônio: vereador Roberto, vereadora Cleiva, vereador Marildo, vereador Ivo: senhor presidente, nobres colegas, nosso assessor, secretária, povo que nos assiste, Boa Noite, eu também gostaria de aproveitar e endossar as palavra da nobre Nair, por, pro prefeito já ter mostrado, tá mostrando pro município que veio aqui pra dentro da prefeitura pra trabalhar, ainda mais quando o momento é falando em água, é uma coisa mais sagrada que existe em uma casa de família, e realmente o problema de água no Campo Alto não é de agora que vem se agravando, como aquela água vem de um lugar distante é uma localização muito difícil aquela região ali, que nem falou a Nair, sei daquele problema de água lá porque passei pela secretária de obras, e tive problema, depois que foi estalado a água, já vinha não é porque foi estalado a água pro Gotardo lá em baixo, ficaram sem água, já vinha com problema aquela água, dai no momento que o Gotardo abre lá em baixo, por ser um lugar baixo, puxa todo a água do lugar mais alto que é chamado lá nos Bigossi, morro do arrocho, dai aquela população fica sem água, ali onde mora a colega Nair e mais uns moradores ali, a água passa reto se torna quase pior, a água não fica no cano, o lugar é tão de desnível que a água vai direto, então agradecer o prefeito porque numa situação, que sabemos que temos o Brasil, o Estado nosso que não temos dinheiro nem nada, por parabenizar ele por ter conseguido essas maquinas, não é qualquer prefeito não, que consegui a maquina do Estado, vim  pro nosso município e perfurar dois poços até agora né presidente? Não sei se vai perfurar mais dois, mais um certo que é na aria industrial lá, então o cara fica contente trabalhar com pessoa que se interessa, que quer ver o bem do município, era isso e meu muito obrigado. Presidente Antônio: vereador Jucimar: senhor presidente, Boa Noite, nobres colegas, pessoas que nos assistem, quero falar do projeto, o projeto onze ali, que reduz carga horaria, inclusive com o requerimento dos funcionários, em épocas de crise, em épocas que o Brasil o Estado passa uma dificuldade de emprego, tem que dar graça a Deus que tem um emprego hoje em dia, e vem funcionários pedir redução de cargo, eu acho que tem que pedir é mais trabalho, não redução de cargo, não concordo com isso, essa é minha opinião, se eu aprovar esse projeto eu to dando abrindo precedente pra mais funcionários do nosso município a redução de cargo, não concordo com isso, vai tar na comissão, sou o presidente, vamos discutir, mas já vou adiantando, minha ideia é essa não vou trocar, e continue como é que tá, porque o nosso povo, eu também já fui funcionário, sou vereador do município, e temos que valorizar as pessoas que pagam o nosso salario, eu sei o quanto difícil é trabalhar, cada um sabe o serviço dele, e temos que reduzir horas, não concordo, fica como tá ou trabalha mais, já penso, ai o posto abre sete e meia, porque a garagem tem que abrir a sete? Porque a garagem tem que abrir a sete? Abre a sete o posto, e se adequa com os horários que tem que ser adequados, pois bem, outra coisa, quero parabenizar a administração, prefeito, ao povo em gerar, há, sobre uma

 

 

novidade no colégio que tão dando café aos alunos, parabéns, por terem essa iniciativa essa ideia, outro dia assisti na tv, eu vi, não me lembro em que município do Estado, dando aula de baixo de arvore, porque não tem colégio, não tem lugar suficiente, adequado pra dar aula, aqui nós temos ar condicionado, temos até merenda, café da manha, até brincando com a minha filha disse, acho que vou voltar estudar também, porque é um privilegio pra todos nós, ter até café da manha no colégio, também dizer pra administração, pra secretaria de obras, pelo calçamento, pelas placas de sinalização, que é muito importante, chega o pessoal fora e não consegue se edentificar aonde estão, então as placas indicam, é muito bom, era isso e meu muito obrigado. Presidente Antônio: vereadora Judite, vereador Itamar: senhor presidente, nobres colegas doutor Alcione, Diana, pessoas que nos assistem, obrigado pela presença, pra nós é muito gratificante ter público, porque que saia ali fora tudo o que é discutido, porque para muitos os vereadores são fachadas, então muito obrigado de coração mesmo por estarem aqui nesta noite, quero aqui agradecer especialmente a vocês, pelo apoio do projeto, no qual será arqueado o centro municipal de fisioterapia, estive conversando com o prefeito, o mesmo concordou com o projeto, por isso decidi encaminha-lo, isso é que nem a pouco falei, trará muito beneficio a curto prazo, não a longo prazo pra nossa população, referente ao projeto o repasse é feito pro hospital, é que bom que o prefeito conseguiu que ficasse com o hospital São João Batista, porque tudo é uma legislação pertencente a quinta coordenadoria, e pra quem precisa se deslocar daqui até lá é complicado, é um minuto demora muito, então, por reclamações referente ao hospital, acredito que tenha em todos, então cabe a nós ajudar a fiscalizar essa reclamações para minimizar, era isso, meu muito obrigado. Presidente Antônio: Espaços de Líderes: DEM, PTB, PP, PMDB. Vereador Ivo: senhor presidente, nobres colegas de novo, eu só queria dar uma explicaçãozinha o por que eu achei por bem pedir visto, abaixar pra comissão esse projeto, endossando as palavra de novo do nobre colega Juci, ele falou uma palavra que eu acho que toca em qualquer um que tiver vontade de trabalhar, quem não tem vontade de trabalhar não atinge nada, eu acho que alguém, pai de família ou mãe de família que necessita do serviço numa crise em que o mundo que o país vem enfrentando, eu tenho certeza que não faria isso ali, ai também falaram, não, pediu redução de horário mas pediu redução no dinheiro também, eu não to preocupado em quanto ele ganha se ganhar menos, o que, é que nem eu falei primeiro, eu to preocupado com o atendimento da população, tem um monte de gente, que liga lá, ho eu quero, há hoje não temos vagas porque a médica já foi em borra, ou não tá no horário da médica ham,  é uma coisa por diante, claro que não é medica é técnica em enfermagem, mas uma coisa puxa a outra, eu acho que deveria aumentar o horário de atendimento, aumentar sim, aumentar te garanto que seria aprovado por nove a zero, agora redução, eu não to interessado se vão reduzir o salário também, eu to interessado no atendimento da população, e também outra coisa, quero dar os parabéns pro prefeito que esqueci primeiro, é essa contratação do munitor  no colégio municipal, que esse munitor vai

 

 

 

atender essa criança filho do Nelso Stella que precisa de um atendimento especial, que deve ser as duas crianças né? O problema mais grave tá num, todo mundo sabe que nós semos conhecido dele, é realmente a situação daquela família é muito triste, tenho certeza que ninguém gostaria de ter nem pros bichos em casa, imagina pra uma pessoa, a contratação desta pessoa, ela é especialista neste causo, no atendimento, é munitor, o preço presidente, que o prefeito tava falando, que essa pessoa vem de Nova Prata, por um preço de novecentos pilas por mês, vem com caro e tudo, então esse projeto do vale alimentação do servidor também, vamos dar pra ela, guria né? Guria um rapaz, não sei, guria, ela vai ter o direito desse vale alimentação, é triste, é uma coisa bonita que o prefeito tá fazendo, principalmente pra atendimento daquela família, que tenho certeza que o problema que eles tem lá ninguém gostaria de ter pra nada, muito obrigado. Presidente Antônio: não havendo mais pronunciamento, declaro encerada a sessão, agradecendo a presença de todos, e próxima sessão dia vinte e oito de março, Boa Noite. Sala de Sessões da Câmara Municipal de Vereadores de Protásio Alves, 14 de março de 2017.

 

Ver. Judite Cecchin

Ver. Antônio José Cassol

Ver. Jocimar Furlan

Ver. Roberto Prigol

Ver. Ivo João Rodrigues Leite

Ver. Itamar Antônio Girardi

Ver. Nair Salete Cappellaro Bolzan

Ver. Marildo Stella

Ver. Cleiva Lorenzzetti Lorenset